sábado, 28 de agosto de 2010

Atualizando a velha e amiga Estradeira.

Desde que me propuz a montar uma bike para estrada, minha intenção era dotá-la de um guidão "Butterfly" ou como é conhecido no Canadá, "Trekking".

Na matéria que escrevi com o título "Montei minha nova Estradeira" (para ver clique aqui) comento que o guidão "Drop" não se deu bem com a minha artrose, eles brigaram feio! Nessa briga quem se deu mal fui eu, assim separei-os definitivamente. Dna. Atrose ficou e o guidão drop, como era mais moço, saiu.

Continuei a usar um guidão rise bar, com o qual eu já estava acostumado, instalando mesa alta e bar-hands por exigência de Dna Artrose.

Antes com guidão rise bar e bar-hands.



O conjunto ficou bom, mas como o bom é inimigo do melhor, eu sentia falta de mais "pegadas", principamente nos pedais mais longos, quando se fica muitas horas sobre o selim e, consequentemente, com as mãos no guidão.

Com esse guidão trekking a gente se sente mais confortável, com muitas opções de pegadas. Por outro lado, a espuma envolvente dá uma empunhadura suave, mais macia, mais confortável. Assim que subi na bike para o primeiro teste já pude ver e ouvir o sorriso de Dna. Artrose.

Agora, com o guidão trekking (Butterfly).


Aproveitei o ensejo para istalar um pequeno bagageiro dianteiro, destinado ao transporte da barraca, saco de dormir e colchão inflável. Isso irá aliviar um pouco o peso que atualmente fica concentrado no bagageiro traseiro, fazendo com que a bike empine um pouco nas subidas mais íngremes.

Bagageiro dianteiro, preso ao garfo com abraçadeiras.



Finalmente, para dar um maior equilíbrio ao visual, pintei o bagageiro traseiro de preto fosco.

Bagageiro traseiro recém pintado.



Parece que agora a bike está realmente pronta para engolir de vez as estradas. Se antes ela já me proporcionava grandes prazeres, creio que agora esses prazeres serão ainda maiores.

Agora só falta marcar data e hora para a reestréia.

Abraços.


Dia 29 de agosto de 2010 - 1º teste com 40 Km pedalados.

Olás,

Antes de postar aqui a minha impressão com o novo guidão, após o pedal desta manhã, deixa eu comentar sobre a manhã de hoje:
Olha, quem saiu para treinar por volta das 6 horas na manhã de hoje pôde contar com uma temperatura agradabilíssima! Thumbs Up Digo isto me referindo á Zona Leste de São Paulo. Devia estar uns 14 graus C, mais ou menos, com uma forte neblina. O ar fresco e úmido, depois dessa secura da semana passada estava uma delícia. Um regalo!

Mas deixemos a prosa de lado e passemos então às impressões obtidas neste único treino.
Pedalei apenas uns 40 Km de asfalto médio, com áreas planas, subidas íngremes e descidas também íngremes. Show de roda! Clap Gostei.
A grande vantagem sobre o guidão rise bar é, sem sombra de dúvida, a variedade de "pegadas".

Em qualquer direção que você colocar as mãos elas chegarão no guidão, ahahah. LOL

Depois, como eu o recobri de espuma, usadas mormente nos guidões das bikes caiçaras, a empunhadura fica uma delícia. Acredito que seja muito bom para quem tem problemas de dormência nas mãos. (É apenas um palpite. Wink) A espuma serve ainda para amortecer as trepidações do piso, no caso do garfo rígido, como é o meu caso.

A dirigibilidade chega a ser ótima, permitindo manobras até rápidas, considerando o design do guidão, que não foi projetado para isso.

Em suma, a velha companheira Dna. Artrose aprovou o guidão. Valeu cada centavo.

Agora no próximo feriado, se Deus quiser, vamos experimentá-lo num pedal mais longo, inclusive com a bike carregada com alforges, barraca, saco de dormir e outras coisitas mais. Wink A priori não vejo inconvenientes.

É isso aí gente, taí a minha impressão. Mas, como cada pessoa tem suas preferências em particular...

Precisando de qualquer informação, estou a disposição para prestá-las.

Grande abraço e muita PAZ!

Waldson - Antigão.

Outubro de 2010.

Nos dias finais do mês de outubro de 2010 fiz um novo update na bike. Instalei um Pedivela Shimano Alívio 175 mm , com coroas 22/32/42, no lugar da Sugino 170mm, coroas 24/34/44. Primeiro o layout ficou melhor, já que o Shimano é todo preto. Segundo que a bike agora sobe até em paredes! Operando com corrente Shimano HG 50 8V e Casseete Shimano Altus 11/34 o cojunto ficou perfeito. O câmbio dianteiro, um Shimano Alívio abraçadeira alta, ficou até com as trocas mais precisas.
Fiz dois testes de pedais curtos. Pretendo talvez no feriado de 15/11 fazer um pedal mais longo e assim obter uma informação mais precisa do conjunto.
A bike está cada vez melhor. Custa-me acreditar que um dia terei que trocar o quadro por desgaste natural.

Waldson (Antigão)



11 comentários:

FabioTux® disse...

Como diria Darth Vader: "Impressive, Most Impressive..."

Ficou show de bola, hein Mestre?! Parabéns pelo novo equipamento!

Mário Neto disse...

Grande mestre Waldson!

Adorei o guidon, visual altamente touring. Deve ser muito confortável mesmo, quem sabe um dia quando eu tiver uma bike de ciclotour eu não apele para um destes? =]

Abração,
Mário Neto

Carlos Bernardo disse...

boa noite!
esse
guiador ficou muito bom, em viagens longas é muito bom , pode-se colocar as mãos de qualquer angulo evitando o cansaço, ficou muito bom.

Rodrigo Cavaleiro disse...

Estradeira !!! Eu estou tentando partir para uma... por enquanto faço pequenos percursos.

Esse guidão Butterfly é fantástico heim!!! As lojas daqui não oferecem esse tipo de equipamento. Também achei boa a ideia de colocar freio a disco na estradeira.

Bom pedal!

Souza disse...

Legal!

Gostei da sua magrela, a propósito quanto custa em média o novo guidão e o bagageiro dianteiro??

Saúde e Paz
Souza
FORASTEIRO DA BIKE

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Souza, obrigado. Sobre seu comentário ... a propósito quanto custa em média o novo guidão e o bagageiro dianteiro??

Sugiro que você pesquise na Internet por Guidão Multibar e sobre o bagageiro pesquise por Bagageiro Dianteiro Tranz-x CD-220. Assim você obterá os preços desejados.
Um abraço!

Vinícius Henrique disse...

Antigão... foi um prazer ler seus posts aqui. Eu que era morador de Mogi das Cruzes, e atualmente estou em Americana, próx. a Campinas, vi muitos trajetos conhecidos aqui. Muito boa suas viajens, e achei engraçado ao ver que as pessoas o chamam de corajoso... aqui eu acabo pedalando sozinho também quando vou pra longe,e meus amigos acham loucura, porque não estão acostumados a pedalar tanto. Gostei dos seus trajetos pra praia, eu particularmente gosto de serras, a parte das subidas é sempre ruim mesmo, ainda mais quando tem vento contra, mas como eu não carrego tanta bagagem, a descida é sempre divertida, dando pra dar um pique gostoso.
Pretendo um dia conhecer o deserto do Atacama no Chile no pedal, e muitos outros lugares fora do Brasil, mas até lá tem muita caminhada ainda.
Bom, um abraço a você, e muitos quilometros de bike pela frente, porque realmente é muito bom.
Até.

Lucas C. disse...

Grande Waldson, show de bola.
Aqui, esse farol que você está usando, se não me engano de 5 leds, ilumina bem de noite?

abraços e boas pedaladas

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Lucas, obrigado pela sua visita.
Quanto ao farol, esse farol de 5 leds é só para sinalizar na cidade ou estrada, mas não para iluminação propriamente dita.
Atualmente eu tenho um Q-Lite de 7 Leds que dá para pedalar em estradas (acostamentos) durante a noite, mas não é um show de iluminação. Já fiz dois pedais noturnos com ele e me dei muito bem.

Grande abraço

Mildão disse...

olá boa tarde, estou sofrendo para achar um guidon desses, algum lugar para indicar? e lá fora onde comprou?

att

Mildo

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Olá, Mildão! Obrigado pela visita ao Blog.
Neste link você encontra um igualzinho ao meu.
http://www.biketime.com.br/produtos.asp?produto=671
Esse meu um amigo trouxe do Canadá para mim. É um excelente guidão para cicloturismo. Vale o valor do investimento.
Você poderá cobrí-lo com fita de guidão ou espuma. Fica show de roda!

Grande abraço!