sábado, 21 de agosto de 2010

O Cicloturista e o Metrô de S. Paulo. - Resposta no final da matéria

Olá amigos!

Desde 2007 que a Cia. do Metrô de São Paulo e Companhia de Trens Metropolitanos permitem que bicicletas possam ser transportadas no interior dos trens, desde que dias e horários permitidos sejam observados.
No Metrô essa permissão se faz todos os dias a partir das 20:30 horas, aos sábados á partir das 14 horas e domingos e feriados o dia todo, até o fechamento das operações.
Na CPTM só é permitido o embarque com bicicletas aos sábados, domingos e feriados, nos mesmos horários permitidos para o Metrô.

Evidente que nós ciclistas paulistanos comemoramos essa disponibilidade, afinal é um grande avanço em relação ao passado.

Porém, há um grande inconveniente: Os ciclistas não poderão acessar as escadas rolantes, devendo transportar as suas bikes pelas escadas fixas. Diga-se de passagem, imensas e íngremes escadas fixas

Até aí, tudo bem. Um jovem vigoroso portanto uma bike de alumínio "pelada" nem pestaneja ao subir as longas escadas fixas das estações do Metrô e trens metropolitanos. Mas... e os cicloturistas? Como transportar uma bike com bagageiros traseiros e dianteiros, portanto alforjes carregados? Sem contar ainda com barraca, saco de dormir e outros apetrechos usados na viagem.
E se o cicloturista tem 60 anos ou mais?

Por vezes tenho chegado aos Terminais Rodoviários do Jabaquara e Tietê, com bike no bagageiro do ônibus, desembarcado e pedalado por mais algumas horas para chegar em casa, quando poderia usar os serviços disponíveis do Metrô e Trens Metropolitanos. Mas como subir as escadarias fixas com todo aquele peso?

Bikes com mais de 18 Kg de carga!


Em 2009 nosso amigo e biker Marcos Netto esteve na Alemanha e fez as fotografias abaixo.


Assim que vi essas fotos tive a idéia de escrever ao Metrô de São Paulo sugerindo que a idéia fosse copiada, fazendo uma espécie de rampa nas laterais das escadas fixas, de maneira que nós ciclistas de um modo geral, pudéssemos empurrar as nossas bikes para cima, "nas próprias rodas", sem a necessidade de "carregá-las" escadas acima, numa tarefa hercúlea, que cansa mais do que o próprio passeio.
Assim o fiz, porém sem nenhum resultado. Encaminhei o pedido a uma emissora de rádio paulista que também nem tomou conhecimento do assunto.

Ontem pensei, " Não vou desistir assim tão facilmente!" e entrei no Site do Metro de São Paulo e usei a Caixa Virtual de Sugestões para mais uma vez reivindicar a tão sonhada rampa de acesso.

Se algum dos amigos leitores quiserem também apoiar essa sugestão, pode fazê-lo acessando a ouvidoria do Metro de SP, clicando aqui. e fazendo a sua reinvidicação. Um protocolo será emitido e enviado para o endereço de e-mail fornecido.
Creio que sozinho talvez eu não consiga, mas juntos poderemos ganhar mais essa batalha.

Obs. As fotos do Marcos Netto fazem parte de uma matéria muito interessante , publicada pelo Site Pedal e que se encontra no seguinte endereço: Bicicletas na Alemanha. Clique e boa leitura!

Abraços.

Em 31/08/2010 o Metrô Respondeu ao nosso companheiro biker Ricardo.

Prezado sr. RICARDO XXX XXX

Em atenção à sugestão do senhor e seus amigos sobre canaletas nas laterais das escadas fixas das estações do Metrô para deslocamento de bicicletas, informamos que nossas escadas foram projetadas e construídas com largura adequada à demanda de circulação de usuários para rota de fuga em situações de emergência, determinada pela legislação de construção de edifícios e, portanto, não podem ter sua área útil de piso reduzida.

Esclarecemos, que a norma NBR 9050 de Acessibilidade em Edifícios da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT também determina a necessidade de existência de corrimãos nas laterais das escadas, bem como a instalação de sinalização visual com 20 cm de largura no piso dos degraus, sob os corrimãos, para atendimento aos dois sentidos de fluxo de usuários, especialmente os com deficiência ou restrição de mobilidade, entre os quais estão as pessoas com baixa visão e os idosos. Assim sendo, a colocação das canaletas sugeridas, além reduzir a área de circulação, distanciaria o corrimão da área sinalizada no piso.

Informamos que as novas estações do Metrô já atendem à citada NBR e estão em curso uma série de ações para adequação das antigas estações às condições de acessibilidade, como a instalação de guias rebaixadas, rampas, corrimãos nas escadas e rampas, sinalização visual e tátil, plataformas e elevadores com intercomunicadores e monitoração visual, entre outros itens previstos até 2010.

Agradecemos a iniciativa do contato e esperamos contar com a compreensão dos senhores.


Atenciosamente,

Vera Massa
Coordenadoria de Atendimento ao Usuário
Departamento de Relacionamento com Clientes e Comunidade
Gerência de Relacionamento com a Comunidade
COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO - METRÔ


Comunique-se com o Metrô:
Fale conosco no Site do Metrô: www.metro.sp.gov.br
Central de Informações: 0800-7707722, de 2ª feira a sábado, das 7h às 19h, exceto feriados.
Telefone do Usuário nas estações: Tatuapé, Sé e Tucuruvi
Atendimento Pessoal: Central de Serviços - Estação Sé, de 2ª a 6ª feira, das 8h às 18h, exceto feriados.
Correio: Rua Vergueiro, 1200 - Paraíso - CEP 01504 000 - Fax: 3179-2053
Caixa de Sugestões em todas as estações

10 comentários:

Rodrigo Cavaleiro disse...

Desconhecia essa possibilidade de usar o Metro e Trem para parte do trajeto. Isso será de grande valia se também for para o RJ.

Alguma idéia de como consulgar?

Meu caro colega, eu solicitaria ajuda para os seguranças, como eles também não aguentarão, só haverá como resultado usar as escadas rolantes.

Outro fato bem interessante, é que pq não reunir alguns ciclistas não tão dispostos a carregar as bicicletas e todos usarem as escadas? rs... melhor forma de reinvidicação!

Marcos disse...

Grande Waldson!

Parece que o pessoal do Metrô de SP não quer sugestões. Para que o interessado possa fazê-las, é necessário preencher um formulário gigantesco e um cadastro que só falta pedir o tipo sanqüineo...

Quem sabe uma comissão de bikers com uma visita agendada junto a direção da empresa (e acompanhados da imprensa) não surta algum efeito?

Um abraço!

Marcos Netto

Rinaldo disse...

Olá Wadson,

Apesar de paulistano, ainda não "testei" o sistema, mas gostei da sugestão da canaleta (já temos isto no acesso à Ciclovia da Marginal Pinheiros).
Acho que vale a pena entrar em contato com a companhia e indicar esta melhoria.

Bom pedal!

Claudio Rinaldo
http://cicloviadigital.blogspot.com/

FabioTux® disse...

Buenas Antigão!

Eu usei uma única vez os serviços de Trens e Metrô pra carregar minha bike e senti na pele o drama de subir escadas c/ a bike, alforges, etc. Realmente é uma tarefa bem dura.

Se me permite, publique na íntegra a sua reclamação para que nós a usemos como referência, incluindo o número do protocolo que foi gerado à partir da sua solicitação.

Acredito que dessa forma todas as reclamações/sugestões sejam diretamente "linkadas" à solicitação original e assim, quem sabe, a solicitação receba alguma resposta positiva!

Grande abraço, Mestre!

: )
See ya!
FabioTux

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Rodrigo Cavaleiro, O Metrô do RJ também tem horários permitidos para bikes, veja em http://www.metrorio.com.br/noticias_metro.htm

Obrigado por seu comentário.

Abraços

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Rinaldo, não sabia que havia a canaleta de acesso na ciclovia da Marginal Pinheiros. Com a sua informação pesquisei e vi as fotos. Realmente é o que precisamos nas escadarias do Metrô-SP e, porque não, dos outros Estados, se não houver.
Obrigado pelo seu comentário e informações.

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Fábio e Marcos, acredito que devamos esperar uns dias até que surja alguma manifestação do Metrô em relação á minha sugestão, conforme protocolo. Conforme for, pretendo confeccionar um formulário padrão, distribuí-lo de alguma forma para vocês e então depositá-lo nas caixas disponíveis nas estações ou pessoalmente na sede do Metrô, na Rua Vergueiro em São Paulo.
Obrigado pela vossa manifestação.

Beto Marcicano disse...

Isso da pauta para uma matéria do Proteste já do CQC hein...

Ricardo Scheicher disse...

Olá Waldson, gostei da idéia e também coloquei a sugestão no site. Mesmo não sendo morador da cidade, acho a idéia boa e que pode beneficiar muita gente. Abração. Ricardo Rio Claro/SP

Dió disse...

olá pessoal, usei apenas uma vez o metrô com a bike e no mesmo dia tinha duas moças de bike com mais duas crianças também com bike junto com elas, lendo esse post imagino o que elas devem ter passado pra carregar até ultimo lance da escada.estou com vocês!também quero participar dessa reivindicação