sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

O verdadeiro Natal

O Verdadeiro Natal

Autor Guilhermina Batista Cruz - guilherminabcruz@bol.com.br

As festividades em comemoração ao Natal e a chegada do Ano Novo se aproximam e tudo fica mais bonito nesse período: ruas iluminadas, lojas enfeitadas, shoppings decorados. Todo o comércio com presentes disputando a preferência do consumidor.

Desse modo, nessa época do ano, boa parte da nossa sociedade costuma dar mais ênfase às festas e a troca de presentes entre as pessoas, do que a real comemoração do aniversário de nosso Mestre Jesus.

Será esse o Natal de Jesus? Temos a certeza que não. O Natal do Cristo Jesus é bem diferente de tudo isso.

É o Natal do amor, no sentido universal, é o Natal da solidariedade, da caridade para com o nosso próximo. Pensando assim esse é o momento certo para olharmos para dentro de nós mesmos e fazermos um balanço de tudo aquilo que fizemos durante esse ano que termina.

Será que comemoramos o Natal de Jesus no decorrer deste ano? Será que fizemos a caridade como mandam os ensinamentos do Mestre Maior? Isso é o que deve tocar fundo em nossos corações.

Que tudo possa se transformar em paz, harmonia, em serenidade para todos nós, de acordo com os ensinamentos do Evangelho de Jesus.

Com força, com determinação e coragem haveremos de construir um mundo melhor, onde todas as nossas crianças crescerão dentro dos ensinamentos evangélicos, onde as lágrimas da fome e do desamparo desaparecerão dando lugar ao sorriso de confiança e de segurança, de que o nosso Planeta tanto precisa para sua transformação de um mundo de provas e expiações em um mundo de regeneração.

(Editorial OSCEB)

Desejo a todos muita paz e luz, que o Natal do Mestre Jesus penetre em seus corações, inundando-os com seu amor sublime e que no ano que se iniciará em breve, nossos própositos para o bem se fortaleçam cada vez mais na prática da caridade, do amor e do perdão.

Muita Paz e Luz!

Faço minhas as palavras da autora e esclareço a todos os amigos e amigas que nos lêem, que coloco o texto acima sem nenhum vínculo com "religião".
Deus seja com todos! 

Um grande cicloabraço do...


Um comentário:

Antônio Carlos Heil disse...

Olá Waldson: que o amor e a harmonia façam parte nos festejos da tua família.
Um forte abc. Heil