domingo, 25 de novembro de 2012

Visita a Salesópolis - Um ótimo passeio.

Ciclotur saindo da Zona Leste de São Paulo (Vila Antonieta) até Salesópolis. Volta de Salesópolis até Mogi das Cruzes e trem CPTM até Estação Tatuapé. Tatuapé até em casa. Total do pedal: 154,730 Km.

__________________________________________________________


Enquanto não sai a segunda parte da cicloviagem para a Ilha do Mél, a qual estou escrevendo, ontem, sábado 24/11/2012, resolvi fazer um ciclotur até Salesópolis, SP. Eu precisava ir até lá parar conhecer o Camping Portal e a Sra. Ruth, pois faz parte de um projeto para janeiro de 2013.
Sendo assim, por que não fazê-lo saindo de bike e pedalando até lá? Foi o que fiz, unir o útil ao agradabilíssimo.

Não saí cedo. Levantei por volta das 6 horas da manhã e só comecei a pedalar ás 7:50.
A manhã estava fresca e agradável e o movimento de veículos nas ruas era ínfimo.


Av. Inconfidência Mineira, SP.




Estava debaixo do Viaduto Alberto Brada, pois não sou tão louco a ponto de pedalar pela Av. Aricanduva, quando um ônibus elétrico parou ao meu lado no semáforo. O motorista deu uma buzinada e abriu a porta dianteira.
- Vai rápido, hein! Disse ele. E completou perguntando se a bike tinha motor.
Respondi-lhe sorrindo que o motor estava nas pernas.
Disse ele que vinha me acompanhando desde o Terminal Carrão. Ele me passava, parava no ponto para embarcar ou desembarcar passageiros e eu o ultrapassava. E assim chegamos até o Terminal Aricanduva, que fica sob o viaduto.
Perguntou para onde eu ia. Salesópolis, respondi. Gritou admirado para o cobrador "Ele vai para Salesópolis, fulano!"
Foi legal. A gente nem percebe que está sendo observado, né?!
Desejou-me boa viagem e nos despedimos quando o semáforo abriu para nós.
Gente boa!



Marginal do Tietê.




Assim que passei neste local, lembrei quando fomos o Maurício Kamal, Fábio Tux e eu para Guararema e o cubo dianteiro da minha bike estourou exatamente neste lugar. Desta vez não houve surpresas desagradáveis, graças a Deus!




Entrada do Parque Ecológico do Tietê, início da ciclovia que me deixará em São Miguel, sem pegar a Rod. Airton Senna que agora não tem mais acostamento até a saída para a Jacú-Pêssego.







Assim que entramos na ciclovia, o Sombra e eu, lembrei da música do Caetano Veloso: " ♫ Pedalando contra o vento, ♪ sem lenço e com documento, ♫ num sol de quase dezembro. Eu vou! ♫" As adaptações á letra ficam por minha conta, hehehe. 
Foi difícil pedalar, mas eu ainda estava descansado, portanto consegui chegar ao fim da ciclovia, de mais ou menos 10 Km, numa boa.


Parada no Posto do Km 30 da Airton Senna, como de praxe.




O gadinho tão perto da cidade grande.

Opa, Mogi das Cruzes! Logo estaremos lá.



Tá faltando pneus? Aqui tem de sobra!



Mogi Dutra. Agora é subir, subir e subir até chegar em Mogi. Haja pernas!



Só de sair do movimento e olhar para este verde ao lado e ao longe já dá um ânimo danado de pedalar.
Parece até que no meio do silêncio a gente ouve o pulmão bater palmas.



Foto Cacetada! Tente subir na bike antes da máquina disparar, mas foi inútil, ahahahah!





Fim das subidas. Mogi das Cruzes lá embaixo.



Parei para tomar um lanche rápido e toquei o pedal, agora em direção a 
Biritiba Mirim e Salesópolis.




Na ciclovia, digo calombos e buracovia, tem gente muito mal educada. Imaginem se nós deixássemos nossas bikes jogadas no meio da rua, impedindo a passagem dos veículos! Essas pessoas gostam de exigir que "os outros" cumpram as leis e as normas, mas eles mesmos não dão a mínima para elas. Fica aqui o meu protesto contra este estado de coisas.





Cadê o resto da estátua Antigão?



Tá aqui!!! Não tinha ângulo para bater a foto.





Agora na SP-88. Até Biritiba Mirim é um  plano só. Depois vem algumas subidinhas.




O sol ardido deu uma trégua. Parece que vai chover, mas mesmo assim tá melhor para pedalar.



Aqui já no Município de Salesópolis, olha só o charme dos pontos de ônibus ao longo da estrada!



O plaquinha adorável! Veio em boa hora, pois meus joelhos estão doendo um pouco.


Visão legal da estrada. A SP-88 até Salesópolis é um tapete.





Cadê a água da represa? Quatro meses de estiagem e a água foi embora. 
Agora começa as chuvas e ela volta.


Após 102 Km de pedal, cheguei ao meu destino!



A Mentika também quer sair na foto, afinal foi ela que me trouxe até aqui, né?



Bom, voltei alguns metros e fui ao encontro do pessoal do Camping do Portal. Eu ainda não os conhecia pessoalmente, mas os amigos cicloturistas Valdec e Emerson Lacerda já tinha falado com os proprietários a meus respeito.
Encontrei Dna. Ruth, uma senhora simpaticíssima! Seu filho também estava lá. Seu esposo não estava, mas falei com ele pelo telefone.
Passei uma hora e meia conversando com Dna. Ruth e ficaria mais um dia inteiro, dada a simpatia dessa senhora. Foi realmente um papo muito agradável.
Ela está praticamente montando o Camping e futuramente uma pousada, mas já dá para acampar lá numa boa. Fica ao lado do Portal, das duas fotos acima. Tem um banheiro grande, completo e uma cozinha comunitária. Também é possível alugar a barraca com colchonete e roupa de cama.
Os telefones para contato com a Dna. Ruth são: (11) 974006246, operadora Vivo e (11) 952036703.

Olhem as vistas do local:

Imagine a sua barraca montada neste local com este visual. Muitos pássaros, um local show para quem quer sossego.






E tem mais! Daqui dá para sair para fazer a Estrada da Petrobrás e fica próximo da represa, para quem gosta de pescar.

Nossa, conversa vai, conversa vem e são quase 17:30! Tenho que socar a bota até Mogi das Cruzes para pegar o trem!
A SP-88 só tem um inconveniente: De Mogi até o trevo da Estrada do Nagao, uns 4 Km, não tem acostamento. Tudo o que eu não queria era pegar esse trecho no escuro da noite, assim pé no pedal Antigão!!!

Despedi-me de Dna, Ruth, seu filho e aquele visual maravilhoso e caí na Estrada, de volta á Mogi das Cruzes.


Hum, ainda falta um bocadim de estrada e tá garoando levemente. Melhor para pedalar.



Visão da Represa na volta.




Rio Tietê em Salesópolis. Água bem limpa.




Interessante que já estive no outro extremo do Tietê, em Anhembi, SP e lá dá para beber da água do rio tranquilamente. Anhembi está há 320 Km distante de Salesópolis.


Foto do Rio Tietê em Anhembi, SP, tira em Janeiro de 2012.




Tô chegando!...



Depois de Biritiba Mirim, com o céu nublado devido a garoa fraca e o car da noite, acendi meu pisca dianteiro e lanterna do capacete. No trecho sem acostamento acendi todas as lanternas traseiras (mais duas com pisca intermitente). Seguro morreu de velho!
Com duas horas de pedal, 7:30 cheguei na Rodoviária, que fica ao lado da Estação Estudantes da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).
Comi uns bolinhos, tomei um refri e peguei o trem das 20 horas para o Tatuapé.



Mentika já está acostumada a passear de trem.



Cheguei no Tatuapé! Esta é a Av. Radial Leste, por volta das 21:30 horas. Se olhar bem verá uma ciclovia pintada em vermelho. Está me levará até a Av. Conselheiro Carrão e mais uns Kms estarei em casa. Dna Fátima já preparou o jantar "da hora!" e está a minha espera. Tchau meus amigos, estou cansado e com fome!




Total pedalado no dia: 154,730 Km.
Nenhum incidente, graças a Deus.
Agradeço a Deus por mais esta oportunidade.
Assim que entrei em casa e guardei a Mentika, a chuva caiu torrencialmente. Eh Papai do Céu, muito obrigado por esperar eu entrar em casa!

Obrigado pela sua visita e,

Abraços do amigo...



3 comentários:

Mauricio disse...

Meus parabéns amigão por mais um pedal!!! Quando leio seus relatos a vontade que dá é pegar a bike e, sair logo dando umas pedaladas hehehe. Muito bom isso!

Marcio Mitsu disse...

Parabéns antigão ,suas ciclo viagens me inspiram para eu planejar as minhas.

Feliz Natal e um ano novo com muitas pedaladas.

Marcio Mitsu

Marcio Mitsu disse...

Parabéns antigão, suas viagens me inspiram para eu planejar as minhas.
grande abraço , um feliz Natal e um ano novo repleto de pedaladas.