terça-feira, 29 de maio de 2012

Antigão no Litoral Norte – Ilhabela 2º dia.

Ah, o dia 21 amanheceu ensolarado! Eu podia ver pelas pequenas frestas da janela que o dia seria belo. Caramba já passava das 8 horas da manhã!
Embora ainda me doesse a musculatura das pernas, uma boa noite de sono foi revigorante. Mas como fez frio naquela noite! Uau! Acordei no meio da madrugada e joguei cobertor e edredom sobre mim. Só assim voltei a dormir de boa. Não que a simpática Dna. Rose não me avisara do frio que fazia naquele lugar! Tanto que até deixou um mundaréu de cobertas no chalé, á minha disposição!



Abri a janela e de lá dava para ver a pista da Rodovia dos Tamoios, que estava a minha espera. Percebi que o movimento era pequeno aquela hora da manhã de segunda-feira.


Ajeitei as tralhas, inclusive eu ahahah, e desci para café da manhã. Aproveitei para fotografar os dois ambientes, externo e interno, onde os hóspedes podem desfrutar de seus desjejuns. Optei pelo ambiente interno, onde uma TV enorme dava as notícias do Pedro Leonardo.  Ele saíra do coma, dizia sorridente a repórter.





Voltei para o chalé, peguei a bike, paguei a conta e tratei de por os pneus na estrada. Antes de tudo agradeci a Deus por me preparar um lugar tão gostoso para passar aquela noite.






Já era umas 10 da manhã quando saí pedalando na Rod. dos Tamoios, sentido Caraguatatuba. Agora não tinha mais "pressa". Dormira bem, me alimentara bem, não tinha nem data nem horário pré definido. Agora eu podia sentir quão gostoso é pedalar numa segunda-feira, hehehe!



As paisagens se sucedem, o azul fica mais azul, o branco mais branco... Parece até que o tempo para quando pedalamos prazerosamente.





Oba, Serra do Mar chegando!



Que plaquinha mais amiga! 
Acabo de sair de Paraibuna! 



Estas então! Sem comentários!






Marquei a Km ao lado da placa acima. Queria saber quando chegasse lá embaixo quanto havia de serra para descer (ou subir se for o caso).



Aí começam as paisagens fantásticas que mostram o que só o Grande Criador é capaz de fazer e nos oferecer gratuitamente... Paisagens que enchem os nossos olhos!





Daqui a pouco eu vou passar lá embaixo!...



A Mentika até deu uma espichadinha pra olhar lá prá baixo.


Acabou a Serra... Cheguei ao perímetro urbano de Caraguatatuba, litoral Norte de SP.



Vamos ver quantos Km deu? (125,700 - 112,090) = 13,610





Parei num botequim e restaurante no trevo da Rio-Santos para tomar alguma coisa e descansar um pouco. Aqui na baixada está quente, uma temperatura muito agradável, bem diferente de São Paulo com aquela friaca toda!





Sem pressa, ao invés se seguir pela Rio-Santos direto no sentido São Sebastião, optei por descer até a região de praias e pedalar pelas ciclovias, vendo e ouvindo o mar quebrando na areia.




Vi vários triciclos como esse nas ciclovias de Caraguá.



O céu estava um colírio. Extremamente límpido e azulado!



Saindo de Caraguá e entrando em São Sebastião.



 Na Praia da Enseada, em S. Sebastião.







Convento Franciscano N. Sra. do Amparo. 
Construído por mãos de escravos a partir de 1664.



Construções antigas e restauradas de São Sebastião.





 Já chegando na Av. da Praia, ainda em São Sebastião, com belos restaurantes, lanchonetes, cafés, etc.





Daqui até a balsa que nos atravessa para Ilhabela, meu destino, é praticamente 500 m. Cheguei e uma balsa estava para sair, entrei rápido. As balsas agora estão com as laterais fechadas, não mais permitindo fazer as fotos que fazíamos do canal.


Assim, atravessei o canal, pedalei mais um pouco pela Av. Princesa Isabel e lá estava eu novamente no Camping Palmar. Eu fora para acampar, mas me fizeram uma proposta irrecusável para ficar num Trailer com frigobar, tv, duas camas de casal, fogão a gás com forno, pia, parecia mais uma casa que um trailer. Não recusei e aqui está o meu futuro lar.








Parece que por aqui não há Outono. Pelo menos as flores não denunciam nenhuma mudança no clima. Tudo continua lindo como sempre.







Quando eu chego aqui fora de temporada, a quietude, o silêncio quebrado apenas pelo cantar dos pássaros, tudo contribui para a paz interior e exalta aquele sentimento de "cheguei, graças a Deus, estou aqui!"


É de tardezinha, não importa! Para que pressa? Agora um banho quente, uma visita ao mercado para comprar as provisões para os próximos dias, um pouco de tv e um bom sono irá completar esse dia, com apenas 58 Km pedalados.


Obrigado Papai do Céu por mais este dia!


Afinal, olha só o que promete os próximos dias...




Inté!



7 comentários:

FabioTux® disse...

Aew, Antigão! Ficou no Trailerzinho então, hein?!

Diretoria, com frigobar e cama confortável!

Acabou levando material de camping à toa, né?!
A Alane ainda está por lá?!?!

Saudade de Ilha Bela...preciso revisitar!

Parabéns, Mestre!

PEDALADAS. disse...

Que beleza de trecho professor!!!
Dia bonito, paisagens belas e uma tranquilidade que deixa o cicloturista bem mais feliz em cima da magrela.
Passeio com direito a conhecimento histórico e tudo mais.
Ideia sensacional do pessoal do camping fazer do trailer como "chalé, casa" para os hóspedes.
Agora é esperar os próximos dias...
Abraços
Marcelo.

Gabriel Rangel disse...

Muito lindas as fotos, nada com uma bela paisagem pra aliviar esse dia-a-dia tão chato que temos.

Abração

elton disse...

hola, chamigo!
vc fica postando essas fotos do litoral! eu vou ter que me programar para ir para a praia no final do ano! bateu vontade kkkkkk
abraços

Carlos Bernardo disse...

Amigo Antigão!
Bonitas fotos, fico contente de ter regressado á estrada e de poder ver as suas postagens.
Um abraço!

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Esse dia foi demais! O céu estava tão azul que até refletia nos ólhos do véio, hehehe.

Venha Elton, venham todos para o Litoral Norte de Sampa, pois é maravilhoso estar aqui!

Obrigado a todos e mui grandes abraços!

Erich UNDERGROUND disse...

Po, me deu saudades ae da região quando passei com a Michelle em 2010, gostamos muito de Caragua, agora Ilha Bela tenho que voltar e conhecer melhor, inclusive esse trailher, rs, abração!