sábado, 1 de setembro de 2012

A nova Mentika (Minha bike de cicloturismo)


Olás,


Há tempos estou para comentar com vocês as mudanças que fiz na Mentika, minha bike de cicloturismo.
Há alguns meses atrás tive a felicidade de encontrar á venda um quadro de cromoly (Cromo-Molibdênio), tamanho 19, conservadíssimo. Comprei-o.
Como se trata de um quadro da década de 90, não tinha como instalar freios a disco pela falta de suporte. Curiosamente eu tinha guardado um adaptador traseiro para freio a disco, que outrora era fabricado e comercializado pela Vzan. Na época que comprei o adaptador pensei que um dia poderia ser útil e agora realmente chegara o momento de usá-lo.
Juntamente com o Paulo, ciclomecânico, instalamos o adaptador no quadro e levei-o a uma oficina de soldas especiais para que o soldassem, de maneiras a não usar unicamente a abraçadeira fornecida pelo fabricante do adaptador.


Adaptador.




Quadro com o adaptador já soldado.




Depois, na montagem colocamos por cima a abraçadeira para reforçar ainda mais, embora nem fosse necessária.
Assim, a bike ganhou um quadro de cromoly mas ficou com o freio a disco hidráulico, que é muito macio e tem um poder enorme de frenagem, mesmo com discos de 160 mm da Shimano.

Aqui o quadro já pintado e pronto para a montagem.






Mandei pintar também o garfo rígido sobremedida, embora atualmente estou usando uma suspensão de 100 mm, com trava e regulagem de pre carga.

Bom, nesse ínterim fiz a cicloviagem pelo Litoral Paulista, pois a cicloviagem já estava marcada e não haveria tempo hábil para testar a bike antes da viagem.

Agora, após o meu retorno, a bike ficou pronta, um encanto.

Hoje, 01/09/2012, que coloquei a bike na rua de verdade, embora já soubesse que ficaria show de roda. O Paulo é um excelente profissional e muito caprichoso. Temos uma amizade de longa data e se ele disser que vai ficar bom, pode acreditar que fica mesmo! Não ficou bom, ficou ótimo!








Hoje aproveitei a manhã de sol, início do mês da primavera e fui pedalar um pouco no Parque do Carmo, na Zona Leste de São Paulo.
Da minha casa até lá são apenas 7 Km, com bastante subida. Deu para eu sentir que a bike ficou leve e macia no pedalar. O selim Brooks, agora já um pouco amaciado, é um sofá em matéria de conforto.

Praticamente mantive todas as peças que já estavam no quadro antigo, embora pouco antes de viajar em julho eu já houvesse trocado os cubos para Shimano esferados, 36 furos, center lock. Troquei também os discos para discos shimano center lock, de 160 mm. Os discos anteriores estavam um pouco riscados e certa feita eu havia descoberto que os parafusos se soltaram do cubo. Assim, para maior segurança optei pela tecnologia center lock da shimano.

Os pneus também já os havia trocado há pouco tempo. Instalei os Panaracer T-Serv, 1.5, em Kevlar. Esse pneus pesam apenas 420 g cada um e diz o fabricante que são "infuráveis". Mesmo assim usei fita anti-furo ao montá-los.






Os pneus já haviam sido testados, pois pedalei com eles em asfalto, terra, lama, pedras e etc. Nenhum furo! Acho que são "infuráveis" mesmo!
São ótimos nas curvas, mesmo em pista molhada.

Em resumo, taí a nova Mentika. 

O quadro Rally USA que me serviu por mais de 4 anos foi vendido assim que o tirei da bike!

Mais algumas fotos do pedal de hoje:
























Parabéns á Cruz Vermelha paulistana pelos seus 100 anos de prestação de serviços ao nosso povo!

Veja a mais recente modificação, Mentika de cara nova! Clique AQUI.

Abraços do...


4 comentários:

Elvandro Brito disse...

Parabens pela nova Bike, ficou dez ou melhor Milll!!!!.

Abraço

Brito.

Jonas Ferrari disse...

Tudo ficou ótimo!
Que quadro você comprou?

Waldson Gutierres disse...

Olá, Jonas, obrigado!

O quadro é um Trek 830 Antelope. Muito bom!

Abraços!

Gilmar Doistempos disse...

Parabens pela bicicleta Waldson, de
certo, voces dois terão e nos trarão
muitas alegrias.

Gostei das fotos do parque do Carmo
que ainda não conheço, mas me senti
tentado a uma visita.

[]s